Trabalho no Futuro – Episódio 25: O mercado de trabalho se abre para os 50+

Eliz Tadei empreende uma plataforma digital que auxilia famílias e idosos a encontrar vagas em residenciais que atendam às suas necessidades e possibilidades e que, também, vão ao encontro das expectativas de tratamento, tanto para pessoas com algum nível de dependência física ou psíquica quanto para as autônomas e independentes.

Para um atendimento humanizado, nossa entrevistada nesta semana, criou o cargo de assessoras com a função de ajudar familiares e clientes a encontrar o residencial mais adequado ao orçamento, à localização e ao tratamento necessário.

Ao listar as competências desejáveis para o cargo percebeu que somente poderia preenchê-los com pessoas 50+. Foi ao mercado e teve a grata surpresa de encontrar uma grande quantidade de profissionais qualificados e com os soft skills necessários.

Você já percebeu que, em função de novas demandas, novos cargos e novas funções estão sendo criados?

Entrevista: Walter Alves
Edição: Felipe Andrade
Realização: MaturiJobs

Sobre o programa:

Você sabe como será o Trabalho no Futuro?
Quais as competências serão exigidas?
Haverá Trabalho no Futuro para as pessoas acima de 50 anos?
O que é envelhecer no Brasil atual?
Há uma idade limite para estudar ou para uma nova carreira?
É possível empreender fora da internet?
Para responder a estas dúvidas e, também, falarem sobre longevidade, maturidade e suas próprias experiências conversamos com várias pessoas e registramos em forma de entrevista nos programas Trabalho no Futuro.

Toda terça-feira um novo programa no ar. Não perca!