Saiba porque empreender depois dos 40 anos pode ser um bom negócio

De acordo com um novo estudo feito no MIT Sloan School of Management, os empreendedores de meia-idade são mais bem-sucedidos, o que contraria a imagem popular de que são os jovens especialistas em tecnologia que criam os novos impérios.

Os dados sugerem que os fundadores de empresas mais bem sucedidos nos EUA estão na faixa dos quarenta anos.

O estudo do professor Pierre Azoulay e do estudante de doutorado Daniel Kim analisou uma combinação de dados do US Census Bureau e registros do IRS (Internal Revenue Service) para examinar a ligação entre idade e empreendedorismo.

A pesquisa analisou 2,7 milhões de empresas que iniciaram suas atividades entre 2007 e 2014 e descobriu que a idade média das pessoas que fundaram um negócio e contrataram pelo menos um funcionário era de 42 anos.

A equipe, também, descobriu que os empreendedores que já haviam trabalhado no mesmo ramo dos seus novos negócios tiveram muito mais sucesso do que aqueles sem experiência no setor escolhido.

As descobertas de Pierre Azoulay e Daniel Kim mostram que menos de 1% das startups de alto desempenho, no período do estudo, foi fundada por pessoas com 20 anos. Os empreendedores daquelas com maior crescimento tinham uma idade média de 45 anos.

As empresas norte-americanas de alta tecnologia foram criadas por pessoas com 43 anos em média, os fundadores das que receberam capital de risco tinham 42 e as com produtos patenteados, 45 anos.

Mais velhos e mais sábios

Há exemplos de jovens empreendedores de muito sucesso como Bill Gates e Steve Jobs. Eram jovens de vinte e poucos anos quando fundaram suas empresas que mais tarde se tornariam duas gigantes, mas elas chegaram ao auge muitos anos depois, quando ambos já tinham mais de quarenta anos.

Boas ideias podem ocorrer a pessoas de qualquer idade, mas a pesquisa sugere que as lições de vida ajudam os empreendedores a transformar suas ideias em empresas de sucesso. Os fundadores mais velhos geralmente têm mais experiência no negócio e conhecimento do setor, o que os ajuda a superar mais facilmente os problemas.

É provável que os fundadores com 40 anos tenham desenvolvido redes de networking que os ajudaram a recrutar funcionários, buscar clientes e a encontrar fornecedores. Eles também poderiam se beneficiar de um melhor entendimento sobre finanças e terem mais acesso ao capital que os empreendedores mais jovens.

A pesquisa sugere que os jovens com ideias de novos negócios poderiam se dar melhor se esperassem um pouco mais para lançar suas startups. E também que alguns dos inúmeros subsídios e programas destinados a incentivar jovens empreendedores poderiam dar melhores resultados se direcionados aos mais velhos.

Este artigo de Johnny Wood foi publicado originalmente no World Economic Forum no link https://www.weforum.org/agenda/2018/08/why-you-should-wait-until-your-40s-to-become-an-entrepreneur-according-to-a-new-study

Walter Alves

Walter Alves

Palestrante e consultor social com experiência em gestão de pessoas, Gestão do Conhecimento e inclusão no trabalho de mulheres, negros, pessoas com deficiência, LGBTI+ e pessoas acima de 50 anos.
Walter Alves