Como gerenciar funcionários mais velhos

Os aposentados estão sendo convocados a voltar a bater ponto nas empresas, revela um recente artigo do Estadão. No total, 20% das empresas disseram que contrataram algum aposentado. Em 75% dos casos, as empresas contratam aposentados para ocupar cargos técnicos. O estudo revela que metade das empresas fizeram as contratações por necessidade de preencher vagas com profissionais com anos de vivência e experiência na área. No total, 85% dizem ter políticas para reter esses profissionais ou ter planos para implementá-las.

Os gerentes da Geração X necessitam aprender como motivar e administrar estes aposentados que vieram para ficar. Essas 2 gerações têm uma visão diferente uma da outra e elas vão precisar compreender como a outra opera. Cabe aos gerentes, sejam eles da Geração X ou não, tomar a iniciativa e criar um clima positivo para todos, se assegurando que estes funcionários mais velhos voltem engajados e produtivos.
Para que isto ocorra, seguem as seguintes dicas:

  1. Jogue fora todas as suas suposições.
    Talvez você considere que os funcionários mais velhos são mais complicados ou que são mais difíceis de treinar. Livre-se já dos seus estereótipos. Eles são pessoas como todas as demais do seu grupo. Trate-os como tais.
  2. Lembre-se dos grupos etários.
    Você não trataria um gerente experiente de 35 da mesma forma que alguém de 21 que acabou de sair da faculdade. Não considere que um gap de 15 anos seja diferente entre os mais velhos. Um funcionário aos 55 e um aos 70 tem diferentes metas e necessidades. Como gerente, talvez precise olhar diferentes grupos: aqueles que estão prestes a se aposentar (55-64); aqueles em idade para se aposentar e ainda trabalhando (65-70); ou ainda funcionários mais velhos que querem continuar ativos ou que precisam trabalhar (+70). Cada grupo apresenta diferentes desafios de gestão.
  3. Comunique, comunique, comunique
    Não pressuponha que funcionários mais velhos sabem o que você espera deles. Eles não têm a mesma bagagem que você tem. Seja muito claro quanto ao que quer que seja realizado e quais serão os indicadores de término e de sucesso. “Jorge, cuide disso para mim” definitivamente não é o suficiente. Experimente: “Jorge, necessito que prepare o orçamento do departamento para o próximo ano fiscal. Utilize os números do ano passado adicionando 10% em tudo, com exceção da linha de Treinamento que deverá ser incrementada em 15%. Preciso disso na Terça”.
  4. Valorize a experiência de vida deles.
    Seus funcionários mais velhos têm uma boa quilometragem. Eles viram muita coisa. Reconheça o valor desta experiência. Aprenda com ela. Encoraje os integrantes mais jovens do seu time a também aprender com ela. As lições da “escola da vida” não tem preço.
  5. Treine-os.
    Funcionários mais velhos necessitam de treinamento tanto quanto os funcionários mais jovens – tanto em quantidade quanto em frequência. O tema do treinamento talvez seja diferente, mas a necessidade é a mesma. E não acredite que os funcionários mais velhos não podem ser treinados. Eles são tão receptivos quanto os seus pares mais jovens.
  6. Motive-os.
    A principal tarefa de qualquer gerente é motivar seus funcionários. Os mais velhos tem “alavancas” motivacionais diferentes que a dos seus congêneres mais jovens. Oportunidade de crescimento possivelmente é menos importante do que o reconhecimento por um trabalho bem feito, mas em todo caso veja a dica #1 acima.
  7. Você não tem que ser “O Chefe”.
    Os funcionários mais velhos cresceram numa sociedade hierárquica. Sabem que você é o chefe. A maioria deles também foi chefe em algum momento de suas carreiras. Siga em frente liderando o departamento e não perca tempo com sua pose de chefe. Até porque ela não vai impressioná-los. Afinal, já conhecem bem o modelo.
  8. Seja flexível.
    Seus funcionários mais velhos, dependendo do grupo etário (veja #2 acima), pode querer um horário flexível ou uma semana de trabalho mais curta. Para aqueles que precisam disso, esteja disposto a negociar. Você precisa do talento e das habilidades técnicas deles, portanto faça o necessário para dispor deste conhecimento. Entretanto, não pressuponha que todos os funcionários mais velhos queiram ir para casa mais cedo. Alguns podem se motivar trabalhando as mesmas longas e duras horas que sempre dedicaram.
  9. Utilize-os como mentores.
    Deixe-os contribuir com sua vivência e encorajar os funcionários mais jovens. A maioria dos funcionários mais velhos possuem um conhecimento e uma experiência muito rica que adorariam passar adiante. Dê-lhes a oportunidade de fazer isso e a sua organização como um todo vai se beneficiar consideravelmente.

 

É isso aí: que voltem com tudo e aproveitem toda bagagem que acumularam!

 

 

Artigo originalmente publicado por Pablo Aversa no blog Room4D.