Trabalho no Futuro – Episódio 4: Competências do Futuro

A complexidade do mercado de trabalho do século XXI distingue cada vez menos idade, gênero e área de atuação.
Sabe o que diferencia, de fato, uma pessoa da outra?
Segundo Edgard Pitta, no momento atual, são as competências, os skills.
Ao conceituarmos o trabalho como geração de valor – valor gerado para quem é contratado, para quem contrata e para quem adquire o bem ou serviço -, os 50+, sendo mais velhos, estão mais bem posicionados que os mais jovens, pois têm mais história, acumularam repertório e desenvolveram mais habilidades pessoais.
No entanto, isto não é garantia que os 50+ terão o trabalho desejado. É necessário darem publicidade aos seus ativos, divulgando suas competências, suas experiências e por fim, mas não menos importante, fazendo networking
intensamente.

 

Sobre o programa:

Você sabe como será o Trabalho no Futuro?
Quais as competências serão exigidas?
Haverá Trabalho no Futuro para as pessoas acima de 50 anos?
O que é envelhecer no Brasil atual?
Há uma idade limite para estudar ou para uma nova carreira?
É possível empreender fora da internet?
Para responder a estas dúvidas e, também, falarem sobre longevidade, maturidade e suas próprias experiências conversamos com várias pessoas e registramos em forma de entrevista nos programas Trabalho no Futuro.

Toda terça-feira um novo programa no ar. Não perca!

 

Entrevista: Walter Alves
Edição: Paulo Pires
Realização: MaturiJobs